Você tem problemas com o RH? Veja o que fazer:
fevereiro 7, 2021
Boletim Nº 730 no ar!
fevereiro 12, 2021

Sindicato expõe parte do número de trabalhadores contaminados na base

Após quase um ano de pandemia, o Sindipetro Caxias teve acesso a parte dos números de trabalhadores contaminados pelo Coronavírus. Infelizmente, tivemos que recorrer à justiça para ter acesso a informações que deveriam ter sido fornecidas pela empresa logo que iniciaram os casos de contagio nas bases de representatividade do sindicato e de forma completa, conforme previsto em Acordo Coletivo de Trabalho.
De acordo com documento fornecido pela empresa, entre os meses de abril de 2020 e fevereiro de 2021, 180 empregados próprios do turno da REDUC e UTE-GLB foram contaminados pelo novo coronavírus. Sendo 174 na REDUC e 6 na UTE-GLB. Ainda de acordo com a empresa, todos foram testados e afastados durante o período de quarentena da doença. Porém fica uma dúvida em relação a consistência desses dados, uma vez que os ofícios enviados pela empresa aparecem números divergentes de trabalhadores recuperados e afastados.

O Sindicato está tentando maneiras de obter todos os dados dos petroleiros da base: trabalhadores próprios do Horário Administrativo, além dos números do TECAM e dos terceirizados. Porém, a juíza do trabalho, em audiência, resolveu por não fornecer os dados completos da categoria petroleira das bases do Sindipetro Caxias, limitando apenas os dados dos trabalhadores do turno em atividade local da REDUC e UTE-GLB.
Mais uma vez a empresa tenta ocultar importantes números para a segurança dos trabalhadores e falta com a verdade, pois ocorreram diversas ocorrências de testagens positivas e retorno ao trabalho do petroleiro . A direção do Sindicato continuará cobrando da empresa respostas e respeito ao trabalhador nesse momento difícil de pandemia, como a quantidade total de trabalhadores contaminados, além das medidas de prevenção.

Confira abaixo:

Quantitativo dos empregados da Petrobrás engajados no regime de turno na REDUC e UTE que tenham sido afastados por testarem positivo para o COVID-19:

Ofício da empresa RH/RS/NS 0020/2021 enviado ao sindicato diz que houve 177 empregados contaminados (171 na REDUC e 6 na UTE-GLB) de 05/04/2020 a 17/12/2020;


Ofício da empresa RH/RS/NS 0051/2021 enviado ao sindicato diz que houve 3 empregados contaminados (3 na REDUC e 0 na UTE-GLB) de 18/12/2020 a 03/02/2021;


Que estejam aguardando resultado para a COVID-19

Ofício da empresa RH/RS/NS 0051/2021 enviado ao sindicato diz que houve 0 empregado aguardando resultado do COVID-19 (REDUC e na UTE-GLB) de 18/12/2020 a 03/02/2021;


Que tenham se recuperado e retornado as suas atividades

Ofício da empresa RH/RS/NS 0020/2021 enviado ao sindicato diz que houve 164 trabalhadores que já haviam retornado ao trabalho após o período de quarentena e 13 empregados permaneciam afastados de 05/04/2020 a 22/12/2020;


Ofício da empresa RH/RS/NS 0051/2021 enviado ao sindicato diz que houve 25 recuperados e retornados às suas atividades laborais (25 na REDUC e 0 na UTE-GLB) de 18/12/2020 a 03/02/2021;